Perguntas Frequentes

Participei de edições anteriores, posso participar novamente?

Devido à alta demanda e ao número limitado de vagas, participantes de edições anteriores não serão considerados para a seleção. A ideia principal da EBS é que os participantes voltem como usuários das instalações do Laboratório.

Estou na graduação, mas não no último ano. Posso participar da EBS mesmo assim?

Alunos de graduação apenas no último ano podem se candidatar para a EBS. Sem exceções.

Em que línguas podem ser escritas as cartas de motivação e recomendação?

As cartas de motivação e recomendação podem ser em português, inglês ou espanhol.

Quem precisa submeter cartas de recomendação?

As cartas de recomendação são necessárias para alunos de graduação e pós graduação.

Seria apropriado solicitar e apresentar uma carta de recomendação escrita por pesquisador do LNLS?

Não há nenhum impedimento de enviar uma carta de recomendação escrita por pesquisador do LNLS ou de outros Laboratório Nacionais do CNPEM.

Qual a língua oficial da EBS?

Todas as aulas da EBS serão ministradas em Português.

Não sou brasileiro, posso participar da EBS?

Sim. Estrangeiros podem se inscrever para a EBS. No entanto, a lingua oficial do evento é o Português.

Taxa de inscrição

A inscrição dos candidatos selecionados será concluída após o pagamento da taxa de inscrição:

Estudantes de graduação R$ 100,00
Estudantes de mestrado ou doutorado R$ 200,00
Profissionais (com ensino superior, mestrado e doutorado, pós-doutorandos, pesquisadores, professores e outros) R$ 300,00

Avaliação

O curso contará com um processo de avaliação realizado por pesquisadores do LNLS, com o objetivo de garantir a qualidade dos resultados a serem obtidos pelos participantes. Mais informações serão disponibilizadas ao início do evento.

Prêmios

Serão distribuídos prêmios ao(s) participante(s) que obtiver(em) um desempenho de destaque durante a Escola.

Como prêmio às melhores propostas de pesquisa, a organização concederá a chance de participação do ganhador em um experimento desenvolvido por um pesquisador do LNLS, com todas as despesas pagas (Atenção: regras do programa de usuários limitam o pagamento de despesas de transporte apenas partir da instituição de origem no Brasil, América Latina e Caribe).

O contato com os ganhadores será realizado pelo pesquisador residente e a participação no experimento acontecerá até Julho de 2020. Também serão entregues ao(s) ganhador(es) um certificado oficial da Escola e um livro da área.

Alimentação

Durante o evento os participantes receberão almoço no refeitório do campus e lanches nos intervalos (coffee breaks) durante os 10 dias do evento. (concedidos pelo CNPEM e CAPES)

Para o jantar os participantes contam com uma ampla rede de  bares e restaurantes no distrito de Barão Geraldo, aplicativos de entrega, além de diversos supermercados.

Os participantes que estiverem hospedados no alojamento do CNPEM podem tomar café da manhã na lanchonete do centro, mediante pagamento.

Traslado

Para os participantes que ficarem hospedados fora do alojamento do CNPEM, haverá um ônibus fretado disponível para o grupo passando por alguns pontos no Distrito de Barão Geraldo.

Enviaremos novas informações a respeito do itinerário em breve.

SOBRE O LNLS

O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron é responsável pela operação da única fonte de luz síncrotron da América Latina. Com instalações abertas, o LNLS oferece uma infraestrutura extremamente sofisticada para pesquisadores acadêmicos e industriais, brasileiros e estrangeiros. O síncrotron UVX (instalação atualmente operante) possui hoje 17 estações experimentais, chamadas linhas de luz, que permitem a execução de experimentos em diversas técnicas de análise microscópica da matéria usando radiação infravermelha, ultravioleta e raios X.

O LNLS está neste momento finalizando a construção do Sirius, uma fonte de luz síncrotron de quarta geração, planejada para ser uma das mais avançadas do mundo. Sirius será a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País, planejada para colocar o Brasil na liderança mundial de geração de luz síncrotron. A nova fonte de luz síncrotron é projetada para ter o maior brilho dentre todos os equipamentos na sua classe de energia e comportar até 40 linhas de luz. Sirius abrirá novas perspectivas de pesquisa em áreas como ciência dos materiais, nanotecnologia, biotecnologia, ciências ambientais e muitas outras. A nova fonte de luz síncrotron Sirius teve a sua primeira fase entregue em 2018 e iniciará suas operações em 2019. Leia mais sobre o Sirius.

SOBRE O CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) é uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Localizada em Campinas-SP, dedica-se à pesquisa em tecnologia de ponta nas áreas de nanociências, materiais, ciências da vida, Física e Química, através da operação de quatro Laboratórios Nacionais: Síncrotron (LNLS), Biociências (LNBio), Bioetanol (CTBE) e Nanotecnologia (LNNano). Os quatro laboratórios estão disponíveis para uso externo por parte de pesquisadores e empresas, nacionais ou estrangeiras. A instituição também conta com grupos de pesquisadores responsáveis por dar suporte a diversos projetos, assim como operar parcerias em programas de pesquisa nas áreas de biomassa, química verde, desenvolvimento de drogas e cosméticos, caracterização de materiais avançados, catálises etc.