PIBIC 2024/2025

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) do CNPEM 2024/2025 está com inscrições abertas até o próximo dia 30 de junho. Alunos de graduação podem se candidatar gratuitamente por esta página. Os candidatos devem escolher até três projetos científicos disponíveis para esta edição e deverão cumprir mínimo de 12 horas semanais de dedicação ao projeto no campus do CNPEM, em Campinas-SP.

Conheça os projetos científicos desta edição

Calendário

  • Inscrições PIBIC 2024/2025: 16/05 a 30/06 de 2024
  • Processo seletivo: em julho de 2024
  • Divulgação dos resultados: até o dia 01/08/2024
  • Início das atividades no CNPEM: 01/09/2024

Sobre o PIBIC do CNPEM

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica (PIBIC), financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), tem como principais objetivos desenvolver o pensamento crítico e despertar a vocação científica entre os estudantes de graduação nas diferentes áreas do conhecimento. O programa visa ainda contribuir para a formação de recursos humanos voltados à pesquisa e reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação. O programa PIBIC proporciona ao bolsista não somente a aprendizagem de técnicas e métodos avançados de pesquisa, como também um ambiente de trabalho em equipe que visa a resolução de problemas científicos.

As bolsas PIBIC destinam-se a instituições públicas, comunitárias ou privadas, com ou sem curso de graduação, que efetivamente desenvolvam pesquisa e tenham instalações próprias para tal fim. São distribuídas segundo critérios que assegurem que os bolsistas sejam orientados por pesquisadores com competência científica e capacidade de orientação, com  título de doutor ou perfil equivalente, e que estejam exercendo plena atividade de pesquisa, evidenciada por sua recente produção intelectual.

As bolsas PIBIC são concedidas a alunos que estejam efetivamente matriculados em cursos de graduação no Brasil. Além disso, as atividades do aluno previstas no projeto de pesquisa pressupõem uma frequência mínima de trabalho presencial em laboratório, nas instalações do CNPEM, em Campinas-SP.

O PIBIC têm período de vigência de doze meses, iniciando-se no mês de agosto de cada ano. As quotas às quais o CNPEM tem direito são distribuídas de acordo com critérios de mérito acadêmico por um Comitê formado por pesquisadores do próprio CNPEM e pesquisadores convidados. Este mesmo Comitê acompanha o desenvolvimento dos bolsistas por meio de relatórios e via avaliação dos seminários nos quais todos os bolsistas têm a obrigação de apresentar seus trabalhos.

 

Mais informações sobre o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC, acesse o website do CNPq.

Objetivos

  • Despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação.
  • Contribuir para reduzir o tempo médio de titulação de mestres e doutores.
  • Propiciar à instituição um instrumento de formulação de política de iniciação à pesquisa para alunos de graduação.
  • Estimular uma maior articulação entre a graduação e pós-graduação.
  • Contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa.
  • Contribuir de forma decisiva para reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação.
  • Estimular pesquisadores produtivos a envolverem alunos de graduação nas atividades científica, tecnológica e artística-cultural.
  • Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Em relação aos orientadores: Estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação nas atividades científica, tecnológica, profissional e artístico-cultural.

Em relação aos bolsistas: Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Sobre o CNPEM

Ambiente sofisticado e efervescente de pesquisa e desenvolvimento, único no Brasil e presente em poucos centros científicos do mundo, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) é uma organização privada sem fins lucrativos, sob a supervisão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

O Centro opera quatro Laboratórios Nacionais e é o berço do projeto mais complexo da ciência brasileira – Sirius – uma das fontes de luz síncrotron mais avançadas do mundo. O CNPEM reúne equipes multitemáticas altamente especializadas, infraestruturas laboratoriais globalmente competitivas e abertas à comunidade científica, linhas estratégicas de investigação, projetos inovadores em parceria com o setor produtivo e formação de investigadores e estudantes.

O Centro é um ambiente impulsionado pela pesquisa de soluções com impacto nas áreas de Saúde, Energia e Materiais Renováveis, Agroambiental, Tecnologias Quânticas. A partir de 2022, com o apoio do Ministério da Educação (MEC), o CNPEM expandiu suas atividades com a abertura da Ilum Escola de Ciência. O curso superior interdisciplinar em Ciência, Tecnologia e Inovação adota propostas inovadoras com o objetivo de oferecer formação de excelência, gratuita, em período integral e com imersão no ambiente de pesquisa do CNPEM. Por meio da Plataforma CNPEM 360 é possível explorar, de forma virtual e imersiva, os principais ambientes e atividades do Centro, visite: https://pages.cnpem.br/cnpem360/.

Siga nossas redes sociais

InstagramLinkedInYouTube

Perguntas Frequentes

Qual a carga horária da Iniciação Científica?

O estudante selecionado para o PIBIC deverá cumprir mínimo de 12 horas semanais de dedicação ao projeto.

Qual é o valor da bolsa PIBIC?

O valor atual da bolsa é de R$ 700,00 (setecentos reais).

Não fui aprovado na primeira chamada, continuo concorrendo às bolsas?

Sim. Todos os inscritos permanecem em uma lista de espera aguardando por novas vagas, oriundas de desistências.

A participação no Congresso de Estudantes do CNPEM é obrigatória?

Sim. Todos os alunos que foram bolsistas devem apresentar os seus resultados no evento. Se o bolsista estiver ausente ou impossibilitado de participar faz-se necessário o contato prévio com a coordenação do PIBIC.

Contato

  • Escreva sua mensagem aqui. A Coordenação do PIBIC retornará assim que possível