A seguir listamos as áreas e vagas disponíveis para candidatos em nível Técnico. Leia atentamente a descrição das vagas abaixo de cada área antes de se inscrever. No formulário de inscrição, você selecionará apenas duas áreas de maior interesse (TEC 01, TEC 02 etc.). As vagas serão preenchidas em fase posterior do Programa. Não serão permitidas trocas após a submissão do formulário.

TEC 01

 

Cursos: Eletrônica, computação, mecatrônica, eletrotécnica, telecomunicações, controle e automação ou cursos correlatos.

 

  • 115736 – O estagiário trabalhará com os equipamentos científicos da linha de luz SXS. O estagiário se envolverá com várias atividades que permitirá dominar algumas técnicas importantes na área de materiais. Entre as áreas de atuação encontram-se: trabalhos em tecnologia de vácuo, instrumentação científica avançada, alinhamento de ótica para feixes de raios-x, eletrônica e automação. Todos os trabalhos serão supervisionados por profissionais experientes do LNLS. Desta forma, o estagiário deve ter grande interesse em aprender novas técnicas, mas não são exigidos conhecimentos específicos. Parte dos trabalhos na linha de luz consiste em dar suporte a diferentes experimentos realizados por usuários externos ao LNLS, que mudam em média a cada semana. Isto traz uma dinâmica muito grande ao trabalho do estagiário e uma oportunidade ímpar do mesmo em aprender diversas técnicas tais como eletrônica e automação de processos, criogenia e metrologia avançada.

 

  • 115266 – Auxiliar nas atividades de operação, manutenção e desenvolvimento de instrumentos e acessórios de uma estacão experimental (linha de luz) de difração de raios X de pó (XPD) no LNLS e futuramente no Sirius. Auxiliar no desenvolvimento de projetos mecânicos, mecatrônicos e de software para estas duas estações. Cuidar da organização de peças e acessórios da linha de luz, bem como de arquivos digitais. Auxiliar no desenvolver e melhorar manuais e procedimentos e operação de sistemas usados na linha de luz. Auxilie no planejamento da mudança da linha XPD do LNLS para o Sirius.

 

  • 115582 – O grupo de eletrônica de potência projetou, construiu e faz manutenção de centenas de fontes de corrente que alimentam os magnetos da única fonte de luz sincrotron da América latina. O estagiário deverá auxiliar em montagens, testes e manutenção destas fontes bem como desenvolver pequenos projetos relacionados à área de eletrônica de potência.

 

  • 115585 – O LNLS está construindo Sirius, a nova fonte de luz sincrotron brasileira e uma das mais modernas do mundo. Para o seu funcionamento, serão necessárias mais de 1000 fontes de corrente de alta precisão para alimentação de magnetos. O estagiário auxiliará na montagem, testes e instalação das mesmas, bem como será responsável pela execução de pequenos projetos em eletrônica relacionados a estas fontes.

 

  • 115461 – Projetos e integração de equipamentos eletrônicos, Montagem/manutenção de equipamentos e sistemas eletrônicos/mecatrônicos, testes, calibração e caracterização de sistemas, programação de microcontroladores para aplicações nas linhas de luz, manufatura de cabos especiais, auxilio no atendimento de chamados técnicos.

 

  • 86586 – Desenvolvimento de pequenos projetos para os sistemas de radiofrequência do anel de armazenamento do Sirius. Trabalhos na área de eletrônica, radiofrequência e programação. Participar da montagem e testes de amplificadores de radiofrequência e de sistemas de controle.

 

  • 115287 – Apoio no desenvolvimento de projetos de software e hardware. Desenvolvimento de projetos eletrônicos. Desenvolvimento de programas de gerenciamento. Projetos microcontrolados.,

 

TEC 02

 

Cursos: Mecânica, mecatrônica, metalurgia, eletromecânica, instrumentação, fabricação mecânica ou cursos correlatos.

 

  • 115717 – Desenvolvimento, montagem e teste de instrumentação científica de precisão. Existem no LNLS estações experimentais destinadas ao estudo de propriedades de materiais, desde sua composição química, até seus modos de vibração moleculares ou sua estrutura cristalina. Para tanto, faz-se necessária uma gama imensa de instrumentos científicos sofisticados, que trabalham no estado da arte em áreas como: eletrônica, óptica, ambientes extremos (temperatura, pressão e vácuo) e posicionamento. O trabalho do estagiário será de acompanhar e desenvolver projetos junto ao grupo que atende a essas instalações, com ênfase em projetos de menor porte, montagens e ajustes.

 

  • 115189 – Estagiará na oficina mecânica do LNLS, seria trabalhar nas maquinas operatrizes, como tornos mecânicos e fresadoras ferramenteiras e universal. Fazer furações, roscas, canais rebaixos, esquadrejar peças, enfim tudo relacionado a usinagens de peças. Fabricar e usinar peças mecânicas conforme desenhos técnicos mecânicos, e respeitando as tolerâncias de medidas, conforme especificados nos desenhos. Programar e operar a máquina de corte a Laser, efetuando cortes de chapas, conforme as especificações.

 

  • 115275 – O estagiário auxiliará nas atividades de fabricação e montagem das câmaras de vácuo do projeto SIRIUS. Dentre as principais atividades que se envolverá, podem-se citar: Acompanhará os processos de confecção das câmaras como: usinagem, corte e dobra; Participará da preparação das câmaras para montagem: inspeção e limpeza para vácuo dos componentes; Participará da montagem das câmaras durante fabricação: montagem de gabaritos de solda e montagem dos componentes limpos; Participará dos testes de qualificação final das câmaras como: teste de estanqueidade, inspeção dimensional e preparação das câmaras para condicionamento de vácuo (baking). Participará das montagens e instalações dos trechos de vácuo nos aceleradores do Sirius.

 

  • 115549 – O estagiário acompanhara as atividades diárias do MAT, local de desenvolvimento de processos especiais de fabricação e ensaios de materiais e seleção e especificação de materiais. O estagiário terá oportunidade de aprender diversas técnicas, incluindo ensaios mecânicos e metalográficos, preparação de peças para brasagens e soldagem por difusão, tratamentos térmicos, projetos mecânicos de pequenas peças e dispositivos. Manutenção e operação de fornos e equipamentos de ensaios de materiais. Este estagiário estará diretamente envolvido nos projetos de desenvolvimentos de componentes para as linhas de luz, aprendendo e colaborando nas atividades citadas.

 

  • 115480 – O estagiário acompanhara as atividades diárias do MAT, local de desenvolvimento de processos especiais de fabricação e ensaios de materiais e seleção e especificação de materiais. O estagiário terá oportunidade de aprender diversas técnicas, incluindo ensaios mecânicos e metalográficos, preparação de peças para brasagens e soldagem por difusão, tratamentos térmicos, projetos mecânicos de pequenas peças e dispositivos. Manutenção e operação de fornos e equipamentos de ensaios de materiais.

 

  • 115570 – O(a) estagiário(a) trabalhará na linha de luz XRD2 do LNLS, dedicada a experimentos de difração e espalhamento de raios X em filmes e monocristais em diversos ambientes de amostra. Ele auxiliará o pessoal da linha na preparação de experimentos para o programa de usuários e realizará o desenvolvimento de melhorias na instrumentação da linha de luz. Sua participação principal será no aprimoramento do aparato para medidas de espalhamento e difração de raios-X em superfície líquido/ar baseado em uma cuba de Langmuir. Essa instrumentação será transferida para a linha SAXS do Sirius.

 

  • 115816 – O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron disponibiliza diversos instrumentos científicos para a comunidade brasileira. Esses instrumentos são chamados de linha de luz. O estágio aqui proposto se desenvolverá em uma dessas linhas de luz do LNLS, a linha PGM. Essa linha oferece cinco diferentes instrumentos científicos para seus usuários. Todos esses instrumentos operam em condições de vácuo, o que requer o uso de bombas de vácuo e procedimentos adequados. Durante esse estágio o/a candidato/a estará envolvido na operação e manutenção da linha PGM. Isso engloba diversas atividades, entre elas: 1) Desenho e usinagem de pequenas peças de diversos materiais; 2) Operação e preparação dos sistemas de vácuo das câmaras experimentais; 3) Manutenção dos equipamentos de vácuo da linha; 4) Instação de linhas de gás e líquidos; 5) Organização da linha de luz junto com os demais membros da equipe. Os conhecimentos específicos para o desenvolvimento das atividades acima, em particular relacionados com uso e operação de equipamentos de vácuo (bombas e medidores), serão fornecidos durante o estágio. Ao final desse período o/a candidato/a terá aprendido diversos aspectos de tecnologia de vácuo.