Competências

As competências abaixo descritas foram alcançadas pela Unidade EMBRAPII CNPEM Biotecnologia em função da integração das habilidades dos quatro Laboratórios em conjunto com a infraestrutura de alta qualidade e a excelência do corpo técnico.

Escalonamento de processos produtivos

  • Realizado na Planta Piloto do Centro, o escalonamento de processos é utilizado para avaliar em escala semi-industrial, a robustez e estabilidade de rotas tecnológicas de produção de etanol e outros biorrenováveis, de forma a validar estudos que obtiveram sucesso inicial na escala de bancada;
  • A Planta é composta por três plataformas: processamento de biomassa, processos físico-químicos e bioprocessos.

Desenvolvimento e caracterização de materiais

  • Materiais avançados: desenvolvimento de materiais avançados e de fontes renováveis, que apresentam estruturas ou nanoestruturas diferenciadas, conferindo propriedades físico-químicas superiores aos seus precursores;
  • Blocos químicos: moléculas e bibliotecas de produtos que permitem a geração de novos blocos químicos, podendo substituir rotas de fontes não renováveis;
  • Substâncias biologicamente ativas: pesquisa e desenvolvimento de substâncias ou mistura de substâncias de origem vegetal, animal, química ou biotecnológica com finalidades terapêuticas, profiláticas, diagnósticas, estéticas, biotecnológicas ou nutricionais. Exemplos de aplicação: produtos farmacêuticos, cosméticos, fitoterápicos e alimentos funcionais;
  • Enzimas: desenvolvimento de proteínas catalisadoras de reações bioquímicas, abrangendo uma vasta gama, tais como lipases, celulases, amilases, dentre outras, utilizadas nos processos de transformação da biomassa. Exemplos de aplicação: produção de combustíveis ou desenvolvimento de blocos químicos;
  • Biocombustíveis: pesquisa e desenvolvimento de combustíveis obtidos a partir de fontes renováveis, incluindo estudo das rotas físicas, químicas, físico-químicas e biológicas.

Desenvolvimento de drogas e anticorpos monoclonais

  • Descoberta e desenvolvimento de fármacos, incluindo pequenas moléculas sintéticas e produtos naturais, produtos biofarmacêuticos com foco em anticorpos monoclonais e fitoterápicos;
  • Produção, purificação e análise de proteínas recombinantes em escala de bancada, com capacidade para desenvolvimento de linhagens celulares estáveis para uso industrial;
  • Rotas biológicas para a síntese de drogas e precursores químicos.

Desenvolvimento de dispositivos e métodos para testes farmacológicos

  • Desenvolvimento de metodologias de dispositivos para testes de fármacos e cosméticos em substituição ao uso de animais (tecnologias organ-on-a-chip).

Processamento e aproveitamento de biomassas

  • Elaboração de metodologias para caracterização de matérias primas, correntes de processos e produtos finais;
  • Pesquisa e desenvolvimento de rotas de processamento de desestruturação e fracionamento de biomassas;
  • Desenvolvimento de processos de produção de químicos intermediários a partir da biomassa;
  • Criação de dispositivos a partir da biomassa para controle e caracterização de produtos e processos;
  • Desenvolvimento e otimização de processos específicos de pré-tratamento de biomassas;
  • Ferramentas de avaliação técnica do processamento de biomassa e sua cadeia produtiva, com foco nos aspectos de sustentabilidade econômica, ambiental e social;
  • Funcionalização de biomassa pré-tratada para obtenção de propriedades químicas, físicas, mecânicas, elétricas, térmicas e estruturais específicas.