A Escola Sirius para Professores do Ensino Médio (ESPEM) é realizada pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com a Sociedade Brasileira de Física (SBF).

A ESPEM recebe inscrições de professores de Física, Química e Biologia das redes municipal, estadual, federal ou privada de todo País. A programação conta com aulas expositivas sobre a fonte de luz síncrotron Sirius, que dá nome à Escola, incluindo uma introdução à ciência e tecnologia dos aceleradores de partículas, à produção de luz síncrotron, e à interação entre a luz e a matéria e suas aplicações nas diferentes áreas da ciência. Os professores também participam de visitas virtuais às instalações e são introduzidos às pesquisas de cada Laboratório Nacional do CNPEM, e assistem a seminários com temas atuais em diferentes áreas em que atuam os pesquisadores do Centro. A Escola é ainda um espaço para discussões entre os professores, potencializando o contato e a troca de experiências e tecnologias com colegas de todo o Brasil.

Os participantes se tornam novamente alunos por uma semana em uma experiência de imersão na atmosfera de pesquisa e desenvolvimento de fronteira do CNPEM, com o objetivo de levar ideias da ciência moderna para as salas de aula onde atuam. Mais que uma iniciativa para dar conhecimento à sociedade sobre as atividades do Sirius e do CNPEM, a ESPEM tem o potencial de ser um ponto de inflexão na formação dos professores participantes e em sua prática dentro e fora da sala de aula.

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

COMPARTILHE A ESPEM!

CONFIRA AS AULAS DA ESPEM 2021

CONHEÇA O SIRIUS

Sirius, a nova fonte de luz síncrotron brasileira, é a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País. Este equipamento de grande porte usa aceleradores de partículas para produzir um tipo especial de luz, chamada, luz síncrotron. Essa luz é utilizada para investigar a composição e a estrutura da matéria em suas mais variadas formas, com aplicações em praticamente todas as áreas do conhecimento.

Sirius é uma infraestrutura aberta, à disposição da comunidade científica brasileira e internacional, desenvolvida no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) – Organização Social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Sirius é financiado com recursos do MCTI e projetado por pesquisadores e engenheiros do CNPEM, em parceria com a indústria nacional.

FINANCIAMENTO

ORGANIZAÇÃO